Mudança de Signos?!

Em entrevista à rede NBC, o astrónomo Parke Kunkle causou polémica ao defender alterações no zodíaco com a inclusão de um novo signo: o Ophiuchus, também conhecido como Serpentário.


Mas afinal há ou não alteração nos signos?



Astrónomos do Planetário de Minnesota afirmaram, na semana passada, que as mudanças no alinhamento da Terra podem ter empurrado as datas correspondentes aos signos astrológicos. Segundo o grupo, as pessoas que são de Aquário deveriam se considerar, a partir de agora, de Capricórnio, o signo anterior, e assim por diante. Isso valeria para todas as pessoas com excepção das que nasceram entre 29 de novembro e 17 de dezembro. Estas fariam parte de um novo signo chamado Serpentário ou Ophiucus.

A astróloga Rosa Di Maulo, discorda das afirmações. “Novas constelações ou novos posicionamentos de planetas descobertos pela Ciência não invalidam o que já foi estudado e comprovado por estatísticas anteriormente”, diz Rosa. Segundo a expert, a astrologia trabalha com símbolos dentro de um sistema fechado e, por isso, independe da astronomia.

A astrologia foi se criando a partir da observação. Por exemplo: quando os homens viam o planeta vermelho (Mercúrio) no céu, em 3 mil A.C., e percebiam que havia guerra, começaram a relacionar os eventos”, afirma. Esse tipo de conhecimento foi se enriquecendo ao longo dos anos, também em esfera individual, até formar os símbolos com os quais a astrologia trabalha. Cada um deles “carrega uma série de conhecimentos adquiridos pela humanidade”.

De acordo com Parke Kunkle, que não é astrólogo e pratica a astronomia de uma forma inteligente para ganhar notoriedade atacando o milenar conhecimento da astrologia, esta seria a nova tabela de signos:


  • Áries: de 18 de abril a 13 de maio

  • Touro: de 13 de maio a 21 de junho

  • Gémeos: de 21 de junho a 20 de julho

  • Câncer: de 20 de julho a 10 de agosto

  • Leão: de 10 de agosto a 16 de setembro

  • Virgem: de 16 de setembro a 30 de outubro

  • Libra: de 30 de outubro a 23 de novembro

  • Escorpião: de 23 a 29 de novembro

  • Serpentário: de 29 de novembro a 17 de dezembro

  • Sagitário: de 17 de dezembro a 20 de janeiro

  • Capricórnio: de 20 de janeiro a 16 de fevereiro

  • Aquário: de 16 de fevereiro a 11 de março

  • Peixes: de 11 de março a 18 de abril


Mas...
É importante esclarecer que existe uma diferença entre constelações e signos. As primeiras movem-se na esfera celeste e podem mudar de lugar, mas os signos são fixos.

Para se entender melhor, imagine que uma faixa circular é projetada a partir da Terra e dividida em doze sectores iguais. Isso é o que astrologicamente chamamos de "signos zodiacais". Os signos, para a Astrologia, são geométricos. Mas como algumas constelações celestes levam o mesmo nome dos signos astrológicos, muita gente confunde e acha que signos e constelações são a mesma coisa.

Por esse motivo, o seu signo não mudou, justamente porque nunca foi uma constelação. Os signos da Astrologia são trópicos e não constelacionais. Dizer que alguém é Ariano, por exemplo, não tem a ver com o facto dessa pessoa ter nascido enquanto o Sol passava pela constelação de Áries. O que acontece é que, neste nascimento, o Sol transitava pela zona geométrica que, para a Astrologia, corresponde ao signo de Áries.
Mesmo que tal informação quebre o romantismo de uma noite estrelada, é preciso entender que a constelação e o signo astrológico de Áries são dois assuntos completamente diferentes. Deste modo, já sabe a resposta quando ler por aí que o seu signo mudou ou quando se deparar com pessoas que acreditam que a Astrologia usa os signos errados.


Os signos não mudaram!



Texto retirado do site: http://portugalmistico.com/notas-mainmenu-57/notas-gerais-mainmenu-58/132-mudanca-de-signos.html

1 anjinhos:

Perfume de Pitanga! disse...

Olá!

Passando para agradecer a sua participação no sorteio lá no blog e tb para te desejar muita sorte!
adorei seu blog super lindo e já estou te seguindo!

Bjos
Janini

http://perfumedepitanga.blogspot.com/